Investor's wiki

regra 80-20

regra 80-20

Qual é a regra 80-20?

A regra 80-20, também conhecida como Princípio de Pareto,. é um aforismo que afirma que 80% dos resultados (ou saídas) resultam de 20% de todas as causas (ou entradas) para qualquer evento. Nos negócios, um objetivo da regra 80-20 é identificar insumos potencialmente mais produtivos e torná-los prioritários. Por exemplo, uma vez que os gerentes identificam os fatores críticos para o sucesso de sua empresa, eles devem dar mais foco a esses fatores.

Embora o axioma 80-20 seja frequentemente usado em neg√≥cios e economia, voc√™ pode aplicar o conceito a qualquer campo ‚Äď como distribui√ß√£o de riqueza, finan√ßas pessoais, h√°bitos de consumo e at√© infidelidade em relacionamentos pessoais.

Entendendo a Regra 80-20

Voc√™ pode pensar na regra 80-20 como simples causa e efeito: 80% dos resultados (sa√≠das) v√™m de 20% das causas (entradas). A regra costuma ser usada para apontar que 80% da receita de uma empresa √© gerada por 20% de seus clientes. Visto dessa forma, pode ser vantajoso para uma empresa focar nos 20% dos clientes que s√£o respons√°veis por 80% das receitas e comercializar especificamente para eles ‚Äď para ajudar a reter esses clientes e adquirir novos clientes com caracter√≠sticas semelhantes.

Princípios fundamentais

Em sua essência, a regra 80-20 trata de identificar os melhores ativos de uma entidade e usá-los com eficiência para criar valor máximo. Por exemplo, um aluno deve tentar identificar quais partes de um livro-texto criarão mais benefícios para um próximo exame e se concentrar nelas primeiro. Isso não implica, no entanto, que o aluno deva ignorar as outras partes do livro.

Muitas vezes mal interpretado

A regra 80-20 é um preceito, não uma lei matemática rígida. Na regra, é coincidência que 80% e 20% equivalem a 100%. As entradas e saídas simplesmente representam unidades diferentes, portanto, a porcentagem de entradas e saídas não precisa ser igual a 100%.

A regra 80-20 √© muitas vezes mal interpretada. √Äs vezes, o mal-entendido √© o resultado de uma fal√°cia l√≥gica ‚Äď a saber, que se 20% das entradas s√£o mais importantes, ent√£o os outros 80% n√£o devem ser importantes. Outras vezes, a confus√£o decorre da soma coincidente de 100%.

Os gerentes de neg√≥cios de todos os setores usam a regra 80-20 para ajudar a restringir seu foco e identificar os problemas que causam mais problemas em seus departamentos e organiza√ß√Ķes.

80-20 Antecedentes da Regra

A regra 80-20 ‚Äď tamb√©m conhecida como princ√≠pio de Pareto e aplicada na an√°lise de Pareto ‚Äď foi usada pela primeira vez em macroeconomia para descrever a distribui√ß√£o de riqueza na It√°lia no in√≠cio do s√©culo XX. Foi introduzido em 1906 pelo economista italiano Vilfredo Pareto, mais conhecido pelos conceitos de efici√™ncia de Pareto.

Pareto notou que 20% das vagens de ervilha em seu jardim eram responsáveis por 80% das ervilhas. Pareto expandiu esse princípio para a macroeconomia mostrando que 80% da riqueza na Itália pertencia a 20% da população.

Na d√©cada de 1940, o dr. Joseph Juran, destaque na √°rea de gest√£o de opera√ß√Ķes,. aplicou a regra 80-20 ao controle de qualidade da produ√ß√£o empresarial. Ele demonstrou que 80% dos defeitos do produto foram causados por 20% dos problemas nos m√©todos de produ√ß√£o. Ao focar e reduzir 20% dos problemas de produ√ß√£o, uma empresa pode aumentar sua qualidade geral. Juran cunhou esse fen√īmeno "os poucos vitais e os muitos triviais".

Benefícios da Regra 80-20

Embora haja pouca análise científica que prove ou refute a validade da regra 80-20, há muitas evidências anedóticas que apóiam a regra como sendo essencialmente válida, se não numericamente precisa.

Os resultados de desempenho dos vendedores em uma ampla gama de negócios demonstraram sucesso ao incorporar a regra 80-20. Além disso, consultores externos que utilizam Seis Sigma e outras estratégias de gestão incorporaram o princípio 80-20 em suas práticas com bons resultados.

Exemplo do mundo real da regra 80-20

Uma estudante de pós-graduação de Harvard, Carla, estava trabalhando em uma tarefa para sua aula de comunicação digital. O projeto consistia em criar um blog e acompanhar o seu sucesso ao longo de um semestre. Carla projetou, criou e lançou o site. No meio do semestre, o professor fez uma avaliação dos blogs. O blog de Carla, embora tenha alcançado alguma visibilidade, gerou a menor quantidade de tráfego em comparação com os blogs de seus colegas.

Quando aplicar a regra 80-20

Carla encontrou um artigo sobre a regra 80-20. Como dizia que você pode usar esse conceito em qualquer campo, Carla começou a pensar em como poderia aplicar a regra 80-20 ao seu projeto de blog. Ela pensou: Eu gastei muito do meu tempo, habilidade técnica e conhecimento de escrita para construir este blog. No entanto, apesar de toda essa energia gasta, estou recebendo muito pouco tráfego para o site.

Ela sabia que, mesmo que um conte√ļdo seja espetacular, n√£o vale praticamente nada se ningu√©m o ler. Carla deduziu que talvez o marketing do blog fosse um problema maior do que o pr√≥prio blog.

###Inscrição

Para aplicar a regra 80-20, Carla decidiu atribuir seus "80%" a tudo o que foi necess√°rio para criar o blog, incluindo seu conte√ļdo; e como seus "20%", ela designou os visitantes do blog.

Usando an√°lise da web,. Carla concentrou-se no tr√°fego do blog. Ela perguntou:

  • Quais fontes compreendem os 20% principais do tr√°fego do meu blog?

  • Quem s√£o os 20% melhores do meu p√ļblico que desejo alcan√ßar?

  • Quais s√£o as caracter√≠sticas desse p√ļblico como grupo?

  • Posso investir mais dinheiro e esfor√ßo para satisfazer meus 20% melhores leitores?

  • Em termos de conte√ļdo, quais postagens do blog constituem os 20% principais dos meus t√≥picos com melhor desempenho?

  • Posso melhorar esses t√≥picos e obter ainda mais tra√ß√£o do meu conte√ļdo do que estou obtendo agora?

Carla analisou essas perguntas e editou seu blog de acordo:

  1. Ela ajustou o design e a personalidade do blog para alinh√°-lo com os 20% de seu p√ļblico-alvo, uma estrat√©gia comum em micromarketing.

  2. Ela reescreveu algum conte√ļdo para atender mais plenamente √†s necessidades de seu leitor-alvo.

Embora sua an√°lise tenha confirmado que o maior problema do blog era seu marketing, Carla n√£o ignorou seu conte√ļdo. Ela se lembrou da fal√°cia comum citada no artigo ‚Äď se 20% dos insumos s√£o os mais importantes, ent√£o os outros 80% n√£o devem ser importantes ‚Äď e n√£o queria cometer esse erro.

Resultados

Ao aplicar a regra 80-20 ao seu projeto de blog, Carla entendeu melhor seu p√ļblico e direcionou seus 20% de leitores mais propositalmente. Ela reformulou a estrutura e o conte√ļdo do blog com base no que aprendeu, e o tr√°fego para seu site aumentou mais de 220%.

##Destaques

  • Na regra 80-20, voc√™ prioriza os 20% dos fatores que produzir√£o os melhores resultados.

  • Esta "regra" √© um preceito, n√£o uma lei matem√°tica r√≠gida.

  • Um princ√≠pio da regra 80-20 √© identificar os melhores ativos de uma entidade e us√°-los de forma eficiente para criar valor m√°ximo.

  • A regra 80-20 sustenta que 80% dos resultados (outputs) v√™m de 20% das causas (inputs).